SABIA QUE #4: Clube Fluvial Portuense, intitulado «Real» em 1881 por D. Luís I

A 18 de Setembro de 1881, o Fluvial deslocou-se à Baía de Cascais com uma tripulação de remadores para competir com os barcos de Lisboa, entre os quais o escaler Vega, do rei D. Luís I, que venceu a regata tendo o Fluvial ficado em segundo lugar.

Após as regatas realizadas em Cascais, realizou-se um baile de homenagem às tripulações participantes na competição, no Hotel Francfort, onde estavam hospedados. Presidia a este baile o rei D. Luís I que vendo o salão de baile encher deu pela falta dos “rapazes do Porto”, ou seja, os do Fluvial, verificando que os mesmos não estavam presentes. O rei quis então saber o motivo de tão estranha ausência ao que lhe foi dito que os remadores do Fluvial não teriam sido convidados.

Face a esta falta, o rei procurou remediar o lamentável lapso e, no dia seguinte, mandou um dos seus ajudantes procurar no hotel o presidente da Assembleia Geral. O dirigente, em presença de sua majestade, ouviu as desculpas que lhe foram apresentadas e foi informado que o Fluvial iria ser distinguido com o título de Real. A promessa real foi oficializada através da Carta de Mercê Régia, datada de 23 de Novembro de 1881, onde se poder ler: “Dom Luiz por graça de Deus Rei de Portugal e dos Algarves (…) querendo dar-lhe um público testemunho da consideração e apreço em que tenho o mesmo club, pelos úteis fins da sua instituição; hei por bem e me praz conceder-lhe, d’ora em diante intitular-se Real Club Fluvial Portuense (…)”.

Conhecia este pedaço da nossa história? :)

Deslizar para o topo